Continua após a publicidade..

Apenas teve primeiros incríveis para o voo espacial a nave espacial Starship da SpaceX.

A enorme nave espacial da SpaceX alcançou a velocidade necessária para entrar em órbita pela primeira vez e também mostrou progresso ao demonstrar a capacidade de reabastecimento no espaço antes de ser perdida pela empresa na quinta-feira.

Não houve lesões ou prejuízos à propriedade identificados de imediato.

Uma nave espacial de 400 pés, extremamente pesada, decolou por volta das 8:25 da manhã do bloco de lançamento privado da SpaceX no sul do Texas. Em seu terceiro voo, o foguete demonstrou melhorias significativas de hardware em comparação ao voo anterior, realizado em novembro.

Continua após a publicidade..

A realização bem-sucedida de um teste de uma hora pela SpaceX é uma grande conquista para a empresa, que enfrentou críticas públicas por explosões em testes anteriores. Os líderes da empresa afirmaram que cada teste contribui para um progresso gradual e significativo. A estratégia de desenvolvimento da SpaceX envolve construir rapidamente, enfrentar falhas e aprender com os erros, o que contrasta com a abordagem mais cautelosa e sistemática da NASA que os americanos estão habituados a ver.

“Kate Tice, gerente de engenharia de sistemas de qualidade da SpaceX, expressou a necessidade de um momento para se recuperar do choque, durante uma transmissão ao vivo na plataforma social X, adquirida por Elon Musk, fundador bilionário da SpaceX.”

SpaceX Starship reentering Earth
Imagem: Chakkree_Chantakad/Pexels

Durante o teste de voo realizado em 14 de março, conhecido como Dia do Pi para os amantes da matemática, os controladores de voo supervisionaram a transferência de uma grande quantidade de oxigênio líquido entre tanques dentro da Starship. Essa demonstração foi um teste inicial para futuras transferências de combustível no espaço. Representantes da empresa X informaram que precisarão analisar os dados de voo para avaliar o êxito da movimentação de combustível durante essa operação.

Relacionado:   Uber afirma que os jovens hackers responsáveis por se infiltrarem também são os culpados pelo vazamento de 'Grand Theft Auto'.
Continua após a publicidade..

A NASA conta com a empresa de foguetes de Musk para levar astronautas à superfície lunar nas missões Artemis III e IV, em um contrato de US$ 4.2 bilhões. Para isso, a SpaceX precisa primeiro aprimorar a técnica de reabastecimento de uma nave espacial em órbita terrestre baixa após sua decolagem. Esse processo complexo, chamado de “transferência de propelente criogênico”, nunca foi realizado antes em microgravidade.

SpaceX preparing Starship for launch
Imagem: TomasHa73/Pexels

A espaçonave requer grandes quantidades de metano líquido e oxigênio para funcionar, mas gasta a maior parte de seu combustível para sair da órbita terrestre. Para chegar à lua, é necessário reabastecer a nave após sair do tanque. A ideia do SpaceX é enviar versões de reabastecimento da Starship para a órbita terrestre baixa, onde estabeleceriam um depósito de combustível espacial. A nave tripulada da Starship se conectaria a esse tanque para reabastecer antes de completar a viagem até a lua.

A NASA e seus colaboradores estão interessados em estações de reabastecimento orbital, pois isso permitiria que as sondas viajassem mais longe pelo sistema solar. No futuro, as missões poderiam utilizar gelo lunar para produzir combustível, separando as moléculas de água em hidrogênio e oxigênio. Se os especialistas conseguirem desenvolver métodos para armazenar líquidos extremamente frios no espaço, seja transportando-os da Terra ou produzindo-os em outros locais, isso poderia viabilizar estadias de longa duração na lua e até mesmo apoiar expedições para Marte.

SpaceX
Imagem: JonPauling/Flickr
Continua após a publicidade..

Apesar dos atrasos no cronograma da Starship, os líderes da NASA demonstraram entusiasmo com o foguete e a nave espacial na quinta-feira.

“Parabéns à @SpaceX por um voo de teste bem-sucedido!” afirmou o diretor da NASA, Bill Nelson, em X. “A nave Starship decolou com sucesso. Estamos progredindo significativamente por meio do programa Artemis para levar a humanidade de volta à Lua – e, em seguida, mirando em Marte.”

Relacionado:   O CEO da Intel ressalta a capacidade do NVIDIA Op para seus projetos, introduzindo a tecnologia de Cache empilhado 3D em diversos chips.
SpaceX
Imagem: Peggychoucair/PixaBay

Ao lado da breve demonstração de transferência de propelente, a Starship demonstrou sua capacidade de acionar todos os motores do propulsor e separá-lo do estágio superior enquanto estavam em funcionamento. No entanto, o propulsor se desintegrou sobre o Golfo do México antes de conseguir aterrissar com segurança.

  • Em breve, a SpaceX Starship realizará outro voo.
  • Astronautas da SpaceX experimentam o importante elevador lunar.
  • SpaceX oferece um acesso sem igual a este artista da tecnologia.
  • A NASA retomou as atividades relacionadas à Lua. Veja o que isso representa.
  • O Espaço X afirma que reabastecer sua nave espacial no espaço não será uma experiência assustadora.
Continua após a publicidade..

No entanto, os seis motores do foguete Raptor na nave foram ligados e desligados conforme o planejado para o segundo corte do motor. Os operadores de voo também observaram a Starship abrir corretamente as portas que permitirão a liberação dos satélites no espaço.

Durante a transmissão, Dan Huot, um comentarista da SpaceX, mencionou que o teste da nave espacial foi encerrado antes do previsto, impedindo um pouso seguro na água. A equipe não conseguiu identificar imediatamente o motivo do ocorrido, porém as imagens mostraram que a nave estava se aquecendo significativamente e coberta de plasma devido à sua alta velocidade durante a descida.

SpaceX
Imagem: Chakkree_Chantakad/FreeImages

A rota sobre o Oceano Índico foi uma alteração de planos para os dois primeiros voos, que inicialmente buscavam atingir órbita e aterrissar na costa havaiana. A SpaceX optou por seguir um caminho diferente para testar novas técnicas no espaço, como o acionamento dos motores, sem colocar em risco a segurança pública, conforme informado pela empresa.

Depois do teste, a Administração Federal da Aviação irá examinar a irregularidade que causou a destruição da nave espacial. Em seguida, irá apontar as correções que a SpaceX precisa implementar antes de poder voar a Starship novamente.

Relacionado:   Cisco sugere que a implementação de ferramentas de inteligência artificial e a melhoria dos espaços de trabalho podem tornar os escritórios mais atraentes.

Apesar do revés, a equipe da SpaceX demonstrava empolgação com a trajetória do foguete e da nave espacial.

“Após um exame como o de hoje”, afirmou Huot, enquanto segurava uma torta em comemoração ao Dia do Pi, “Eu acredito que todos merecem uma fatia de torta.”

ÁreaX