Continua após a publicidade..

Os principais equipamentos para observar estrelas e eclipses solares em 2024.

Com a aproximação do eclipse solar total de 2024 nos Estados Unidos em 8 de abril, muitas pessoas estão dirigindo seu olhar para o céu.

E não há nada que cause uma crise existencial (ou que faça você valorizar sua vida) mais do que arriscar uma aposta no desconhecido do universo. Das estrelas aos planetas e galáxias, existe um vasto universo além do nosso planeta – e um telescópio é a forma mais eficaz de contemplar o céu.

Seja você um novato na observação de estrelas ou um profissional em astrofotografia, existem muitos telescópios e acessórios disponíveis para compra. É possível investir uma quantia significativa em modelos de ponta no mercado. Para receber orientações sobre o funcionamento dos telescópios, os diversos tipos disponíveis e dicas para comprá-los, consulte os especialistas.

Continua após a publicidade..

Entrevistamos Bart Fried, vice-presidente executivo da Amateur Astronomers Association em Nova York e fundador da Antique Telescope Society. Fried, que também é membro de várias sociedades astronômicas, compartilhou conosco sua vasta experiência de 40 anos para orientar sobre o que é necessário saber antes de adquirir um telescópio.

Adicionalmente, se tiver interesse em observar o próximo eclipse, fornecemos algumas orientações sobre como visualizá-lo de forma segura com telescópios.

Qual é o funcionamento de um telescópio?

Continua após a publicidade..

Fried explicou que a função de um telescópio é coletar luz, sendo que a quantidade de luz reunida é determinada pelo diâmetro e tamanho da abertura do telescópio. Portanto, um telescópio maior em abertura consegue reunir mais luz, o que possibilita a visualização de objetos mais fracos e distantes.

Fried observou que um telescópio não aumenta, mas sim direciona a luz para um plano focal, que pode ser observado através do olho do telescópio. A ampliação que se obtém é determinada pela distância focal do olho. Uma distância focal maior restringirá o campo de visão, mas aumentará a ampliação, sendo útil para observar planetas e a lua. Por outro lado, uma distância focal menor terá o efeito oposto, ampliando o campo de visão, o que é ideal para observar galáxias e outros objetos grandes do espaço profundo que são mais distantes e menos brilhantes.

“Segundo Fried, é possível comparar um olho a um minúsculo microscópio. Ele explicou que ao olhar através do olho neste ponto focal, é dessa forma que a imagem é visualizada.”

Continua após a publicidade..

O tamanho do telescópio influencia a qualidade da visualização. Telescópios mais longos e com aberturas maiores oferecerão imagens mais precisas, porém terão um custo mais elevado.

Pontos a serem analisados previamente à aquisição de um telescópio.

Fried compartilhou conosco algumas diretrizes que todo aspirante a observador de estrelas deve ter em mente antes de começar a usar um telescópio:

  1. O telescópio que você escolherá deve ser fácil de transportar, especialmente se pretende movê-lo para diferentes locais ao ar livre. Escolher um modelo leve e portátil é fundamental para garantir sua praticidade.
  2. Pense na localização em que vive e onde pretende usar o seu telescópio. Se você reside em uma área urbana com muita poluição luminosa, sua capacidade de observação será limitada em comparação a uma área mais rural. Em regiões urbanas, telescópios com menor capacidade de captação de luz são mais adequados devido à interferência da poluição luminosa. Para quem vive em cidades ou arredores, recomenda-se um telescópio refrator de pequeno a médio porte. Fried enfatizou a importância de escolher um telescópio apropriado para a sua localização para garantir um uso mais frequente.
  3. Qual é o valor disponível para investir? Diferentes modelos de telescópios têm preços variados, sendo que quanto mais avançada a tecnologia, mais caro será. Estabelecer um orçamento ajudará a decidir se está interessado em adquirir um telescópio simples com montagem altazimute, ou se prefere modelos mais avançados com montagens motorizadas e rastreamento GPS.
  4. Em que área você tem interesse em observar? Diferentes tipos de telescópios são mais adequados para observar diferentes objetos no céu, então se você está interessado em observar planetas com frequência, pode ser mais vantajoso escolher um telescópio diferente se estiver interessado apenas em observar estrelas. Por exemplo, de acordo com Fried, telescópios refratores de porte pequeno a médio são particularmente eficazes para visualizar planetas. Por outro lado, telescópios refletores maiores costumam ser mais adequados para observar objetos no espaço profundo.
Relacionado:   A NASA identifica o asteróide condenado que se desintegrou na atmosfera de Marte.

Você pretende deslocar o seu telescópio com frequência ou ele ficará permanentemente instalado em um quarto ou local protegido ao ar livre? A portabilidade e o peso são importantes na hora de escolher um telescópio, já que um equipamento muito grande ou pesado pode não ser prático para transporte, a menos que a intenção seja mantê-lo fixo em um ambiente interno. Para aqueles que desejam mover o telescópio para o quintal e outros locais ao ar livre, é essencial adquirir um modelo que possa ser facilmente levantado.

Continua após a publicidade..

Considere o local onde está situado e onde pretende utilizar o seu telescópio. Se residir numa zona urbana com elevada poluição luminosa, a visibilidade será limitada em comparação com uma área mais rural. Habitantes urbanos não necessitam de telescópios com grande capacidade de captação de luz, devido à presença da poluição luminosa. Se viver numa cidade ou nas proximidades, é recomendável optar por um telescópio refrator de dimensões pequenas a médias. Fried destacou a importância de escolher um telescópio adequado para a sua localização para garantir um uso mais frequente.

Qual é o valor disponível para investir? Os preços variam de acordo com o tipo de montagem e quanto mais avançada a tecnologia do telescópio, mais caro ele será. Estabelecer um orçamento ajudará a decidir se você está interessado em um telescópio simples com uma montagem altazimute ou se prefere um telescópio mais avançado com montagens motorizadas e rastreamento GPS.

Que interesse você tem em observar? Diferentes tipos de telescópios são mais adequados para observar diferentes elementos no céu. Por exemplo, se você quer observar os planetas com frequência, pode ser melhor escolher um telescópio diferente do que se estiver apenas interessado em observar as estrelas. De acordo com Fried, telescópios refratores de tamanho pequeno a médio são particulamente eficazes na observação dos planetas, enquanto os refletores maiores são mais adequados para visualizar objetos de espaço profundo.

Comparação entre telescópio de reflexão e telescópio de refração.

“Os refletores possuem um espelho e o tubo está aberto na parte da frente, oferecendo maior abertura para o seu dinheiro”, afirmou Fried. “No entanto, eles podem ser um pouco mais complicados de utilizar quando há muitos objetos em movimento para rastrear.”

Os telescópios refratores costumam ser esguios e compridos, seguindo a forma clássica do telescópio, ao passo que os telescópios refletores tendem a ser mais largos e com formato cilíndrico.

Aqui estão as principais qualidades de um telescópio refrator:

  • Amigo para iniciantes.
  • Normalmente mais fácil de transportar
  • Imagens impressionantes de planetas.

Amigo dos novatos

Normalmente mais fácil de transportar.

Imagens impressionantes de planetas.

Frequentemente, os refratores requerem um acessório adicional conhecido como diagonal estrela, que possibilita visualizar através do olho sem precisar inclinar o pescoço para cima. As diagonais estrela proporcionam uma curva de 90 graus, permitindo olhar para baixo através do olho, em vez de olhar para cima. Segundo Fried, investir em uma diagonal estrela de qualidade razoável é algo que vale a pena, mesmo no começo.

E essas são as principais qualidades de um telescópio refletor:

  • Maior liberdade para gerenciar o seu capital.
  • Junte uma grande quantidade de luz, o que pode não ser ideal dependendo da localização.
  • Excelente em artefatos localizados em regiões distantes no espaço.
Relacionado:   A Apple pode estar desenvolvendo um aparelho dobrável com uma tela de 20 polegadas.

Maior disponibilidade para os seus recursos financeiros.

Colete uma grande quantidade de luz, o que pode não ser sempre o ideal, dependendo da localização.

Mais adequado para itens no espaço sideral distante.

Existem também telescópios de Schmidt-Cassegrain, conhecidos como telescópios catadióptricos ou compostos, que combinam características de refletores e refratores. Segundo Fried, esses telescópios teoricamente oferecem o melhor dos dois tipos.

Os telescópios Schmidt-Cassegrain modernos vêm equipados com recursos avançados, como GPS, sistema de localização de objetos e montagens motorizadas. Eles possuem a capacidade de identificar a data e hora atual, além de possuir um banco de dados de corpos celestes. Para observar uma estrela ou planeta específico, basta selecioná-lo no banco de dados e o telescópio se encarrega do resto.

Segundo a teoria, pode parecer que essa é uma escolha mais adequada para iniciantes, porém Fried alerta que esses telescópios podem ser complicados de operar e exigir um maior aprendizado se comparados aos telescópios manuais.

Como observar o eclipse solar total de 2024 utilizando um telescópio.

No dia 8 de abril de 2024, um raro eclipse solar cruzará os céus dos Estados Unidos, indo do Texas até o Maine. Esta será a primeira vez que muitas pessoas terão a oportunidade de presenciar um eclipse, podendo ser visto de forma parcial em todos os 48 estados contíguos. Acesse o Nasa Eclipse Explorer para visualizar o mapa do trajeto do eclipse.

Entretanto, é importante ressaltar que apontar um telescópio diretamente para o sol a fim de observar um eclipse pode resultar em danos graves aos olhos. Para observar com segurança o sol, manchas solares e eclipses parciais ou totais utilizando um telescópio, é necessário utilizar um filtro solar específico que esteja em conformidade com o padrão ISO 12312-2:2015 para observação solar direta (a NASA oferece orientações adicionais para a visualização segura de eclipses).

Antes de adquirir um filtro solar, é importante garantir que seja adequado para o seu telescópio. Este guia apresenta um filtro solar para telescópios, porém é provável que o seu equipamento necessite de um filtro de tamanho ou tipo diferente. Na loja B&H Photo Video, é possível encontrar uma variedade de filtros solares. Outra opção seria optar por binóculos solares em vez de telescópios.

Que tipo de lentes para o telescópio você está procurando?

Se deseja aumentar a potência do seu telescópio, em vez de optar por um telescópio mais longo, pode trocar o seu olho atual por olhos com diferentes comprimentos focais para ajustar o poder do equipamento de forma mais prática.

Qualquer telescópio que você adquirir provavelmente incluirá alguns oculares básicos, os quais permitirão observar o cosmos. Se você é um observador mais experiente, Fried sugere que ao atualizar seu ocular, você terá um campo de visão mais amplo com a mesma ampliação, além de obter imagens mais nítidas e com maior contraste.

  • Quando o eclipse solar ocorrer, você poderá observar esses planetas brilhantes.
  • Um cometa pode aparecer inesperadamente durante o eclipse solar. Saiba onde observar.
  • Com que frequência ocorre o próximo eclipse solar, considerando sua raridade?
  • Onde se deve estar para observar o eclipse solar? Especialistas fornecem informações sobre isso.
  • O próximo eclipse solar está se aproximando rapidamente, então é melhor garantir seus óculos de proteção antes do evento.

Fried sugere que os novatos reservem um pouco de dinheiro extra em seus orçamentos para comprar alguns oculares adicionais, sendo particularmente recomendado um olho de Zoom de qualidade média. Segundo ele, esses oculares têm um barril que pode ser girado para ajustar a distância focal do olho, funcionando praticamente como se fossem quatro ou cinco oculares diferentes em um só.

Fried menciona que esse tipo de olhos é particularmente eficaz para observar estrelas duplas, entre outras coisas. Ele descreve a experiência de olhar para estrelas duplas próximas sob baixo poder, destacando que inicialmente parecem estrelas únicas. Ao girar o zoom lentamente, a ampliação aumenta e as estrelas se separam, proporcionando uma experiência fascinante.

Relacionado:   Autoridades federais afirmam que o ransomware Zeppelin reaparece com novos métodos de ataque e técnicas de criptografia.

Os preços dos bons zooms podem variar de $50 a centenas de dólares, mas Fried sugere considerar as opções de custo moderado.

Qual a configuração do telescópio que devo adquirir?

Existem várias formas de montar um telescópio, sendo as três principais o Altazimute, Dobsoniano e Equatorial. Abaixo estão as características de cada um.

  • As montagens Alt-azimuth são as mais básicas e simples. Permitem movimentar o telescópio vertical e horizontalmente, sendo fáceis de manusear manualmente. Não possuem capacidade de rastreamento e são ideais para telescópios de baixa a média potência, além de serem economicamente acessíveis.
  • Montagens Dobsonian são um tipo específico de montagem altazimute. Elas são muito leves, já que geralmente são construídas principalmente de madeira compensada. Essas montagens são acessíveis, estáveis, portáteis e simples de operar. A base de uma montagem Dobsonian funciona como um girador e é comumente utilizada com telescópios refletores.
  • De maneira um pouco mais formal, uma opção recomendável seria optar por uma montagem equatorial. Estas montagens são alinhadas com a estrela polar e permitem o acompanhamento do movimento do objeto observado. Embora não sejam necessariamente desafiadoras para iniciantes, dominá-las requer prática. As montagens equatoriais não motorizadas possuem um controle manual que mantém o objeto centralizado no campo de visão, o que é útil ao utilizar altas ampliações. Investindo um pouco mais, é possível adquirir uma montagem equatorial motorizada, que rastreia automaticamente o objeto observado.

As montagens Altazimute são as mais básicas e simples. Permitem movimento vertical e horizontal do telescópio de forma manual, sendo mais adequadas para telescópios de baixa a média potência e não rastreiam corpos celestes. São uma opção econômica e fácil de usar.

Montagens Dobsonian são uma variante específica de montagem altazimute. Elas são bastante leves devido ao seu material principal ser a madeira compensada. São relativamente acessíveis, estáveis, portáteis e simples de operar. A base de uma montagem Dobsonian funciona de forma semelhante a uma plataforma giratória e geralmente é utilizada com telescópios refletores.

Em termos mais sérios, uma montagem equatorial pode ser uma excelente opção para observação astronômica. Esse tipo de montagem se alinha com a estrela polar e permite acompanhar o movimento do objeto que está sendo observado. Embora não sejam ideais para iniciantes, as montagens equatoriais exigem prática para serem dominadas. As montagens equatoriais não motorizadas possuem um controle de movimento lento que ajuda a manter o objeto centralizado no campo de visão, especialmente ao usar alta ampliação. Investindo um pouco mais, é possível adquirir uma montagem equatorial motorizada, que automaticamente acompanha o objeto observado.

Dicas para iniciantes em observação das estrelas.

“É recomendado que os novatos se associem a um clube de astronomia, pois terão a oportunidade de experimentar os telescópios de outros membros sem custo algum”, sugeriu. “Dessa forma, podem testar vários tipos de telescópios, escolher o que mais gostam e ainda aprender um pouco sobre astronomia.”

Adentrar no hobby da astronomia pode se tornar dispendioso, por isso, pesquisar por meio de um clube pode auxiliá-lo a efetuar uma escolha mais consciente.

De acordo com Fried, em relação a sugestões de telescópios, é sugerido optar por um refletor de seis ou oito polegadas, ou um refrator de quatro ou seis polegadas. É importante considerar que essas sugestões podem variar conforme a localização, a facilidade de transporte desejada e o orçamento disponível.

Segundo Fried, é mais relevante escolher um varejista confiável para adquirir um telescópio do que se preocupar com a marca específica. Fried enfatiza a importância de comprar de um revendedor local de confiança, especialmente para astrônomos iniciantes.

Paráfrase: Se um principiante tiver problemas com seu telescópio, é recomendável que ele busque assistência em uma loja local para garantir sua continuidade no estudo da astronomia. Optar por um telescópio com garantia e adquiri-lo de um varejista com presença local pode evitar a desmotivação de ter que enviar o equipamento para reparo.

Agora que você conhece os diversos tipos de telescópios, aqui vão algumas sugestões para telescópios refletores, telescópios refratores, telescópios solares e outros modelos.